Adj.: Diz-se do estilo que não tem excessos nem redundâncias; elegante

Arquivo para a categoria 'Questões de tradução'

Eppur si muove

27 de Dezembro, 2013 por Miguel RM

Os inimigos do acordo ortográfico (AO) andam outra vez muito animados: desta vez, a animação deve-se ao facto de ter havido algum recuo na sua aplicação no Brasil. Até embandeiraram em arco com a vinda a Lisboa de dois senadores brasileiros que estão na origem da suspensão da sua aplicação no Brasil. Note-se que aos […]

Continuar a Ler »

Já está em linha o número de a folha com o meu artigo “O paradoxo do icebergue”, contra os excessos aportuguesadores dos linguistas da União Europeia. Curiosamente, na mesma edição, há um outro artigo, que suponho ser de autoria de um desses linguistas, pois é uma espécie de “direito de resposta” ao meu artigo, sem […]

Continuar a Ler »

O paternalismo na tradução

26 de Março, 2013 por Miguel RM

Ando há uns tempos a clamar contra alguns colegas meus tradutores que pensam que se deve traduzir para português um grande número de nomes geográficos estrangeiros. Bem sei que a minha crítica se tem dirigido sobretudo aos meus ex-colegas tradutores das instituições europeias que parecem empenhados em aportuguesar nomes como Lichtenstein (Listenstaine?), Pyongyang (Piongueiangue?), Phnom […]

Continuar a Ler »

A História da língua portuguesa está cheia de palavras-cadáveres que resultaram de tentativas falhadas de aportuguesar à força nomes geográficos estrangeiros. Também resultantes dos esforços de alguns aportuguesadores militantes há inúmeras incongruências. Eis algumas: por que motivo se escreve Nova Iorque, se York é um condado inglês, ou seja, um nome próprio inglês, que na […]

Continuar a Ler »

Chipre não é chifre

19 de Março, 2013 por Miguel RM

Irra!!! Por causa duma triste notícia para os cipriotas, as televisões e os jornais portugueses voltaram a estar cheios de “o Chipre”. Já tentei várias vezes explicar que há países cuja designação não tem artigo definido. Alguns exemplos: Cabo Verde, Cuba, Chipre, Madagáscar, Malta, Marrocos, Moçambique, Portugal, Taiwan. Quanto às ilhas que têm artigo definido, […]

Continuar a Ler »

Há muitos anos que me preocupo com a harmonização da toponímia estrangeira em língua portuguesa. Durante os anos em que trabalhei como tradutor na Comissão Europeia intervim frequentemente em decisões acerca da forma que deveriamos usar para designar países e cidades estrangeiros em língua portuguesa. Se algum dos meus leitores quiser aprofundar esta questão, aconselho […]

Continuar a Ler »

O sexo de Chipre

27 de Janeiro, 2013 por Miguel RM

Sob este divertido título, Miguel Esteves Cardoso MEC), numa crónica publicada na passada sexta-feira, 25 de Janeiro no jornal PÚBLICO, escreveu um simpático e bem-humorado texto sobre o facto de o nome de Chipre exigir artigo definido indeterminado, tal como alguns outros nomes de países (Portugal, Malta, Marrocos, etc.). Citou a esse propósito um pequeno […]

Continuar a Ler »

Cada vez que se fala de Chipre nas notícias em Portugal (normalmente devido ao futebol), aparecem jornalistas a falar e a escrever sobre “o Chipre”, acrescentando um artigo definido ao nome de um país que tradicionalmente não o deve ter. Tal como Portugal, Marrocos, Cuba, Malta, Madagascar, Aragão, Castela, Leão, Navarra, Taiwan, só para dar alguns exemplos, Chipre […]

Continuar a Ler »

Na semana passada e amanhã o Sport Lisboa e Benfica enfrenta numa competição europeia uma equipa turca chamada Trabzonspor. Alguns escribas ainda disseram que o nome é impronunciável, mas ninguém se deu ao trabalho de descobrir se a cidade de Trabzon tem ou não nome português. Pois tem. É Trebizonda, cidade importante na época medieval […]

Continuar a Ler »

Mão amiga reenviou-me um curto texto a explicar por que motivo a presidente Dilma Roussef  está a fazer grossa asneira quando defende o termo “presidenta”. Eis: «Existe a palavra PRESIDENTA? Que tal colocarmos um ponto final no assunto? Em português existem particípios ativos que são derivativos verbais. Por exemplo: o particípio ativo do verbo atacar é […]

Continuar a Ler »