Adj.: Diz-se do estilo que não tem excessos nem redundâncias; elegante

Arquivo para Março de 2013

O paternalismo na tradução

26 de Março, 2013 por Miguel RM

Ando há uns tempos a clamar contra alguns colegas meus tradutores que pensam que se deve traduzir para português um grande número de nomes geográficos estrangeiros. Bem sei que a minha crítica se tem dirigido sobretudo aos meus ex-colegas tradutores das instituições europeias que parecem empenhados em aportuguesar nomes como Lichtenstein (Listenstaine?), Pyongyang (Piongueiangue?), Phnom […]

Continuar a Ler »

No jornal Publico de hoje, Renato Epifâneo,  presidente do Movimento Internacional Lusófono, pronuncia-se sobre o acordo ortográfico com um artigo equilibrado e sensato, que passo a transcrever: “Há algo que assaz me incomoda em toda esta querela em torno do Acordo Ortográfico (AO): um certo sentimento antilusófono que emerge em alguns dos argumentos aduzidos, como […]

Continuar a Ler »

A História da língua portuguesa está cheia de palavras-cadáveres que resultaram de tentativas falhadas de aportuguesar à força nomes geográficos estrangeiros. Também resultantes dos esforços de alguns aportuguesadores militantes há inúmeras incongruências. Eis algumas: por que motivo se escreve Nova Iorque, se York é um condado inglês, ou seja, um nome próprio inglês, que na […]

Continuar a Ler »

Chipre não é chifre

19 de Março, 2013 por Miguel RM

Irra!!! Por causa duma triste notícia para os cipriotas, as televisões e os jornais portugueses voltaram a estar cheios de “o Chipre”. Já tentei várias vezes explicar que há países cuja designação não tem artigo definido. Alguns exemplos: Cabo Verde, Cuba, Chipre, Madagáscar, Malta, Marrocos, Moçambique, Portugal, Taiwan. Quanto às ilhas que têm artigo definido, […]

Continuar a Ler »